O Futuro da Formação em Portugal

É prioritário para Portugal concretizar a passagem para uma economia digital, baseada no conhecimento. A aposta na aprendizagem ao longo da vida, na formação e na qualificação dos activos humanos é um imperativo. Para perseguir este objectivo a formação em Portugal terá que integrar quatro vectores fundamentais:

  • Uma formação que permita integrar o conhecimento e o mercado. A tendência, será a procura de uma maior adequação da formação, à realidade profissional e às novas competências, requeridas no novo paradigma organizacional. Há que recriar o mapa da formação para garantir o binómio, integração do conhecimento e criação de valor.
  • Uma formação optimizada, em tempo, custos e recursos – a formação tecnológica.
    A tendência de crescimento do E-learning, introduz uma nova maneira de pensar e agir sobre a aprendizagem. O êxito da e-formação, dependerá da construção dos conteúdos, mais do que, da tecnologia da plataforma. O papel do formador tem que ser diferente, um moderador em ambiente virtual. A engenharia pedagógica terá novas regras, novos métodos e diferentes tecnologias.
  • Uma formação para a cidadania organizacional, cujo objectivo fundamental irá ser fomentar ideias e transmitir valores permitindo desenvolver novas atitudes assentes em novos valores e os comportamentos que lhes estão ancorados. O profissionalismo, o sucesso, a produtividade, o trabalho em equipa, o respeito pelo outro e pela diferença, são valores que têm de ser desenvolvidos e potenciados nas nossas empresas. É necessário acompanhar as mudanças na representação e na forma como valorizamos o conhecimento.
  • Uma forte especialização das empresas de formação. A formação certificada, a garantia de qualidade, os sistemas de acreditação. A maior procura, a par de uma maior exigência do cliente, exigirá empresas cujo core business é a formação. A tendência será o permanente aperfeiçoamento dos métodos de ensino, o desenvolvimento de competências dos formadores, a procura de formação no âmbito da elaboração de conteúdos, das novas exigências pedagógicas e tecnológicas, enfim da crescente especialização da actividade de formação.
Categorias:Formação Tags:consultoria Formação Paula Tomás Consultores PTC

Partilhar esta Publicação

Comentar

*